segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

É coisa pouca

que a gente passa
por cima de tudo
só pra ver o sol
assumindo o escuro
daí eu brinco
de querer te ver
pra esquentar meus braços
que se coçam tanto
de vontade apenas 
de te aquecer
e não há coisa mais bonita
do que não ter o que dizer
e poder ficar aqui
meio alta 
por te ver sorrir
e agora quero ficar assim
temporariamente tola
sem levar nenhum tombo a sério
pra poder esbanjar
charme chulo quando te encontrar
e se tiver que ficar confusa
eu fico 
e ainda acho bonito
mesmo sendo voluntário
o ato de desobedecer
meu coração solitário
pra rabiscar momentos
existe uma alma sem freio
sabe-se lá deus o que eu quero
dessa coisa de compartilhar
o que me faz bem 
ainda mais quando há de ser
você
e não é amor 
não senhor
não quero saber do amanhã
nem dos seus próximos 10 segundos
quero mais é dançar 
com esse seu olhar
valsando tamanha vontade 
de me aproximar
dessa janela que só sei interpretar
se vai fazer tempo bom pra sair
porque existe até chuva 
de redenção
quando a gente assume que sonha
sem se preocupar 
com o significado
sem diferenciar
se é janeiro ou setembro
já que cuido eu 
do meu próximo sofrimento

Um comentário:

dasmodel disse...

ai que lindo, moça.

e ainda acho bonito
mesmo sendo voluntário
o ato de desobedecer
meu coração solitário

lindo lindo liiindooo